Cachorro Pode Comer Batata Doce? Confira a Opinião da Especialista

Afinal, o cachorro pode comer batata-doce?

Sabemos que alguns legumes e frutas fazem muito bem para os cães. Mas claro, na medida certa e oferecendo somente o que é liberado para os nossos amigos de quatro patas. Isso porque queremos vê-los mais fortes e saudáveis.

Além disso, um agrado diferente para o seu cão não faz mal. Especialmente se for algo saudável e nutritivo. Além disso, você ainda faz a alegria dele, pois o cachorro ama comer algo diferente!

Entretanto, saber se o cachorro pode comer batata-doce é essencial. Dessa forma você vai oferecer o alimento certo para ele. Vamos descobrir juntos? Boa leitura!

Batata-doce para cachorro e suas variações

batatas doces

Há algumas variedades de batata-doce, veja quais são elas:

  1. Branca: esse tubérculo possui o sabor muito doce e apresenta uma polpa bem seca. Também é chamada de angola ou terra nova;
  2. Amarela: apresenta uma polpa mais seca, porém, possui o sabor mais adocicado;
  3. Roxa: a variedade do alimento apresenta casca e polpa dessa cor, sendo a mais popular e consumida pelo sabor e aroma que são mais marcantes;
  4. Batata doce avermelhada: a batata tem casca parda e polpa amarela, com veios avermelhados.

Afinal, cachorro pode comer batata-doce?

A batata-doce é um tubérculo repleto de nutrientes e benefícios para os humanos, e também pode ser inserida na dieta dos cães. Mas com moderação e o preparo correto, claro.

Não tem problema nenhum em oferecer o alimento, contudo, é importante que a batata-doce seja cozida apenas na água, sem nenhum tipo de tempero. O tubérculo cru pode causar intoxicação alimentar no bichinho. Além disso, é preciso oferecer o alimento com moderação e consentimento do médico veterinário.

Se o seu cachorro come ração em todas as refeições, você pode dar um pedaço pequeno por dia como petisco. Mas, se a dieta dele é natural, a batata-doce entra como fonte de nutrientes, e não pode ser a base da alimentação do seu bichinho. Inclusive, clique neste estudo e veja que um animal alimentado por 4 semanas somente com batata doce cozida teve sérias consequências em sua saúde, tendo deficiência de tiamina (vitamina B1) muito importante para o sistema nervoso.

Afinal, é importante que as refeições tenham variedade de vegetais, carnes e a devida suplementação para que ele absorva todos os nutrientes necessários para uma vida saudável. Lembre-se: a alimentação natural precisa do acompanhamento de um médico veterinário ou zootecnista especialista no assunto!

Batata-doce para cachorro ajuda a aumentar a imunidade e combate inflamações

A batata-doce é rica em fibras e isso quer dizer que as propriedades do alimento, se oferecido na medida certa, ajudam a manter o intestino regulado. Além disso, o tubérculo fortalece o sistema imunológico pela alta concentração de vitamina C.

O alimento é um poderoso antioxidante contra quadros inflamatórios e previne o envelhecimento precoce. Para completar, a batata-doce tem um baixo índice glicêmico, o que não faz do carboidrato um perigo para o animal.

No entanto, não se deve exagerar em oferecer esse alimento aos cães. Isso porque, muitos têm a tendência de desenvolver obesidade canina.

Batata-doce para cachorro: que tal preparar um petisco especial para o seu cão?

Agora que você já sabe que a batata-doce pode ser dada cozida ao seu amigo de quatro patas, que tal aprender uma receita bem natural para o seu cão?

Mas lembramos que esta receita é válida para um cão saudável e com o aval do médico veterinário!

Uma opção mais simples é cortar o tubérculo em fatias bem finas, colocar em um recipiente antiaderente e assar por 40 minutos em forno médio ou até ficar crocante, sem nenhum tempero.

Mas, se você quiser algo mais incrementado, dá para fazer um petisco que pode ser dado ao cachorro durante os treinos, ou toda vez que ele tiver um bom comportamento.

Veja o que você vai precisar para fazer o biscoito de batata-doce:

  • Uma batata-doce média cozida e amassada;
  • 1 xícara de farinha de aveia;
  • 1 colher de sopa de óleo de coco ou azeite extravirgem.

Como preparar?

  1. Cozinhe a batata-doce na água ou no vapor sem a casca até ficar macia;
  2. Com um garfo, amasse a batata-doce até ficar na textura de um purê;
  3. Adicione o óleo de coco ou azeite extravirgem e misture;
  4. Coloque a farinha de aveia aos poucos até a massa ficar firme e na textura ideal para ser moldada.

Você pode fazer pequenos bolinhos com a massa ou usar um cortador de biscoitos no formato de coração, ossos ou patinhas!

Para a segunda opção, coloque a mistura entre dois pedaços de papel manteiga e use um rolo para abrir a massa antes de cortar no formato desejado. Depois é só levar ao forno até dourar.

São petiscos que o seu pet vai gostar!

Batata-doce crua faz mal?

O primeiro ponto que você deve considerar é que seu cachorro jamais deve comer batata-doce crua, pois é difícil de digerir e pode causar sérios transtornos digestivos. Além disso, pode causar sintomas de intoxicação grave, pois como é um tubérculo contém solanina, uma substância altamente tóxica, como é mostrado neste artigo sobre a toxicidade da solanina. Embora contenha uma quantidade menor de solanina do que as outras batatas, ainda assim é necessário cautela.

Ou seja, a batata-doce crua faz mal e não deve ser oferecida para o seu amigo peludo!

Lembre-se de sempre dar batata-doce cozida, seja em pedaços ou em forma de purê, para favorecer a digestão e assimilação dos nutrientes.

Se você quiser agradar o seu cachorro, também pode usar a batata-doce para preparar receitas caseiras deliciosas, portanto, um escondidinho de batata-doce com carne moída ou frango é excelente!

Além disso, o cachorro pode comer batata-doce em forma de snacks saudáveis, e utilizá-los como reforço positivo na educação dele. Portanto, você usa o petisco para recompensá-lo por seus esforços e conquistas. Uma forma de estimulá-lo a continuar aprendendo.

Mas lembre-se de não incluir sal, temperos ou óleos que possam fazer mal ao cachorro!

Por último, você também pode oferecer batata-doce para cachorro com diarreia, para favorecer a reposição de água, nutrientes e energia. Porém, procure a orientação do médico veterinário para saber a causa da diarreia, o melhor tratamento para o seu cão, e se é recomendado para o pet o consumo de batata-doce neste período.

Também é fundamental respeitar uma dose moderada para evitar que as fibras em excesso tenham um efeito adverso e voltem a estimular o trânsito intestinal, piorando o quadro de diarreia.

Principais benefícios para o cachorro

batata doce é seguro para cães

  1. Por ser fonte de cálcio, auxilia na formação da estrutura óssea e dos dentes;
  2. Ela tem alta concentração de fibras essenciais para uma boa digestão;
  3. Elas também têm pouca gordura e contêm vitamina B6. Esta vitamina auxilia na contração e relaxamento muscular, previnindo dores e cãibras;
  4. Fortalece o sistema imunológico. A vitamina B6, bem como a vitamina C, estão relacionadas com o equilíbrio do sistema imunológico, portanto, torna o cachorro mais resistente a diversas doenças;
  5. A batata-doce é rica no poderoso antioxidante betacaroteno. O betacaroteno se converte em vitamina A no organismo, o que é essencial para a visão, crescimento e força muscular do seu cão;
  6. A batata-doce é bastante utilizada em muitas rações dos nossos pets, pois é uma fonte de amido e fibra solúvel bem interessante como é possível ler no artigo: Fontes de amigo e fibra solúvel em dietas para cães e seus efeitos no processo de extrusão, qualidade de kibbles e metabolismo.

Uma curiosidade sobre o alimento

A batata-doce tem mais fibras e vitaminas C e A do que a batata inglesa. Portanto, prefira oferecer a batata-doce à batata branca.

Cuidados principais ao acrescentar na dieta do seu cão

  1. Nunca ofereça crua! Ela pode ser altamente tóxica para o cachorro;
  2. Se o seu cachorro come ração em todas as refeições, você pode dar um pedaço pequeno por dia como petisco entre as refeições;
  3. Agora, se a dieta dele é natural, a batata-doce entra como uma das fontes de nutrientes, e não pode ser a base da alimentação do seu cachorro;
  4. A base da alimentação canina deve ser a proteína. É importante que as refeições tenham variedade de vegetais e carnes, de modo que ele absorva todos os nutrientes necessários para uma vida saudável. Esse equilíbrio entre os nutrientes deve ser feito pelo médico veterinário ou zootecnista especialista em nutrição de pequenos animais;
  5. Cuidado com aumento de fibras repentino;
  6. Se o cão não está acostumado com muita fibra ele pode ter distúrbios gastrointestinais, portanto insira gradualmente e em pequenas porções;
  7. Atenção especial com os cães diabéticos: alimentos com baixo índice glicêmico são os mais recomendados os cães diabéticos.

No entanto, apesar de apresentarem um índice glicêmico mais baixo do que a batata branca, você ainda deve conversar com o médico veterinário, principalmente se seu cão tiver uma condição de saúde como diabetes.

Gostou do texto? Compartilhe essa informação e continue acompanhando o nosso blog!

Você ganhou 10% de Desconto na Petlove

Utilize o cupom

AMORAOSPETS

Clique no botão abaixo e faça o seu pedido agora mesmo.

*Válido apenas na primeira compra