Cachorro Pode Comer Pipoca? Confira a Opinião da Especialista

Cachorro pode comer pipoca? Esta é uma das dúvidas mais comuns de donos de cães de primeira viagem. Mas, mesmo aqueles mais experientes, também têm esse questionamento.

Afinal, uma pipoca doce ou salgada é sempre bem-vinda de manhã, de tarde ou de noite, não é mesmo? Este é um dos alimentos mais práticos e gostosos que nos foi apresentado. E, claro, nós aproveitamos.

E da mesma forma que nós adoramos, o cheiro pode também fazer com que o seu cãozinho se interesse pelo alimento. Ou, ainda, você poderá ficar com pena da carinha dele, enquanto você aproveita o pote de pipoca recém-feita. E então, surge a dúvida: cachorro pode comer pipoca?

Para entender se cachorro pode comer pipoca, continue acompanhando esse artigo. Vamos esclarecer todas as suas dúvidas. Boa leitura!

Afinal, cachorro pode comer pipoca?

Cachorro pode comer pipoca?

Na verdade, pode. Mas, não é recomendado. Esta seria a definição mais clara para uma dúvida corriqueira. E certamente a dúvida acabou ficando ainda mais complexa agora, não é mesmo? Afinal, se o cachorro pode comer pipoca, por que não é recomendado que ele coma?

Existem muitos critérios para isso. Alguns relacionados aos temperos e outros relacionados ao ingrediente principal do alimento: o milho.

Seja se você busca preparar um alimento natural, ou mesmo qualquer tipo de ração para o seu cachorro, é sempre importante entender que tudo é feito não apenas com um ingrediente. Mas sim, com vários.

E muitas vezes, a menor quantidade possível de um ingrediente escondido e maléfico para o animal, já será os suficiente para desencadear uma série de problemas graves. Como é o caso do chocolate, por exemplo, em que o cacau pode até mesmo matar o bichinho!

Outro ponto importante é que alguns animais podem engasgar com a pipoca, portanto, vale o alerta para que evitem esse contratempo. Caso queira ler o relato de um caso como este, clique aqui.

Para que você entenda melhor os motivos pelos quais o cachorro pode, mas não deve comer pipoca, veja abaixo.

Cachorro pode comer pipoca: como preparar?

Você já sabe que o cachorro pode comer pipoca, mas é importante saber qual é a melhor forma de preparar o petisco para ele. Considere que a pipoca para cachorro deve ser consumida em pequena quantidade, por isso não faça grandes porções.

Para além disso, você já sabe que óleo ou manteiga na pipoca para cachorro está fora de cogitação. Por isso, faça a pipoca apenas com água.

Tudo que você precisa fazer é colocar o milho de pipoca com uma pequena quantidade de água na panela, e deixar em fogo alto até o líquido secar. Depois disso, agite os grãos, e quando perceber que estão dourando tampe a panela, abaixe o fogo, e espere estourar.

Você pode estar pensando: a pipoca de micro-ondas pode ser oferecida aos cães? O cachorro pode comer pipoca, mas o ideal é que o preparo seja feito da forma que ensinamos.

As pipocas de micro-ondas possuem diversos conservantes e aromatizantes que podem fazer muito mal para nossos melhores amigos, provocando desconfortos abdominais e problemas mais sérios se for dada com regularidade.

Quais os malefícios que a pipoca traz ao organismo do cachorro?

Um cachorro que comeu pipoca poderá desencadear algumas reações muito ruins no organismo.

É claro que em quantidades mínimas, o risco acaba sendo reduzido. Porém, mesmo em quantidades mínimas, determinados temperos podem fazer com que o animal sofra. E você, claro, não vai querer isso.

Para te ajudar, separamos dois tópicos que norteiam os motivos pelos quais seu cão pode, mas não deveria, comer pipoca. Veja abaixo:

  • As fibras do milho podem desequilibrar a evacuação;
  • O sal e a manteiga não são indicados para os cães.

Explicaremos cada um dos tópicos a partir de agora. Acompanhe.

As fibras do milho podem desequilibrar a evacuação

Como você sabe, pipoca é feita de milho. E o milho, dentre outros componentes nutricionais,  possui fibras. Logo, este ingrediente poderá fazer com que o cachorro tenha sérios problemas intestinais. Principalmente se ele ingerir pipoca em grande quantidade, ou se a pipoca não for natural.

Então, se mesmo assim você quiser dar pipoca ao seu cão, dê em quantidades pequenas. Duas, três ou quatro pipocas no máximo. Isto será o suficiente para sanar a vontade do animal.

O sal e a manteiga não são indicados para os cães

Outro ponto que faz a pipoca ser um alimento ruim para os cães, é a questão dos temperos e condimentos utilizados para a produção dela.

Se a pipoca for de micro-ondas, você não deve dar ao cão de maneira nenhuma. Nem em pequenas quantidades. Afinal, este tipo de pipoca industrializada possui muitas gorduras e excesso de sódio, o que pode não ser bacana.

E no caso de preparar a pipoca tradicional de panela, caso queira dar uma e outra para seu cão, não use manteiga e nenhum tipo de tempero. Nem mesmo sal. Isto poderá irritar o intestino e o estômago do seu cão.

Se meu meu cachorro comer pipoca, o que devo fazer?

Cachorro pode comer pipoca?

Já entendemos se cachorro pode comer pipoca, e a resposta é: sim, mas não deveria. E se der, que seja apenas uma ou duas, e sem nenhum tipo de condimento ou tempero.

Mas, e se o cachorro ingerir acidentalmente? O primeiro passo é não se desesperar! Se foram poucas e sem temperos, não haverá problema. Porém, você precisa ficar de olho no animal o tempo inteiro.

E se foram muitas, você precisará levar ele a um veterinário o quanto antes, para que ele fique em observação e, se necessário, algum procedimento de limpeza seja realizado.

Portanto, todo cuidado é pouco. Principalmente com aqueles cães que não perdem tempo em experimentar o que você está comendo. E se você quer saciar, então, a vontade do dog, faça isso da forma certa: pipoca natural, frita em água, sem sal ou temperos e pouquíssimas unidades.

Seja responsável e cuide do seu pet para ele viver feliz e saudável!

Conclusão

Você viu que o cachorro pode comer pipoca. Porém, é preciso saber a forma certa de preparar o alimento para o cão. Afinal, com sal e manteiga não é nada recomendado.

Ao logo do texto você viu que a melhor forma de oferecer a pipoca ao cão é como snack. Um petisco canino, e que pode ser consumido pelo animal.

Entretanto, todo cuidado é pouco na hora de oferecer esse alimento ao cachorro. Afinal, a saúde do pet deve ser preservada.

A pipoca frita em água e sem temperos pode ser oferecida ao pet. Claro, moderadamente.

No entanto, antes de oferecer o alimento ao seu cachorro pergunte ao seu veterinário. Ele conhece melhor a saúde do seu pet, e sabe exatamente o que pode ser dado a ele.

Para mais dicas, continue acompanhando o nosso blog!

Você ganhou 10% de Desconto na Petlove

Utilize o cupom

AMORAOSPETS

Clique no botão abaixo e faça o seu pedido agora mesmo.

*Válido apenas na primeira compra