Sangue nas Fezes do Cachorro: Os Principais Motivos e o Que Fazer

Sangue nas fezes do cachorro sem dúvida alguma é um sinal de atenção.

Quando percebemos essa condição ficamos alertas, e precisamos observar atentamente alguns pontos como a consistência das fezes, a cor do sangue (se está mais escuro ou está mais claro) e a frequência que ocorre.

Sangue nas fezes dos cachorros pode significar uma série de problemas diferentes e com gravidades variadas.

Mas calma!

Vamos explicar direitinho o que pode causar e como você pode ajudar seu amigo neste momento.

Identificando Sangue nas Fezes dos Cães

Um ponto que vai ajudar muito o diagnóstico do seu pet é a coloração do sangue nas fezes do seu animal.

Existem dois tipos de sangue nas fezes: melena e hematoquezia.

Vamos explicar estes nomes complexos para que você possa identificar melhor:

Melena: é um sangue mais escuro nas fezes, o que indica que o sangue está vindo de algum local do trato digestivo alto, como o intestino delgado e até mesmo estômago.

Por vezes não conseguimos dizer que há sangue nas fezes, mas elas apresentam aspecto mais enegrecido do que o normal.

Hematoquezia: é um sangue mais vivo, o sangue que conseguimos ver claramente nas fezes e, por vezes, nos indica que o sangue está vindo da porção final do trato digestivo, como por exemplo, do reto.

Identificando a Textura das Fezes

Este é outro ponto importante para o diagnóstico.

As fezes mais endurecidas podem indicar dificuldade em defecar e podem causar fissuras na parede do reto, o que pode levar a um sangramento mais visível (hematoquezia).

Observar se existe muco nas fezes, se as fezes estão mais moles, se há diarreia, se o animal está defecando pequenas bolinhas ou o cocô em seu formato natural.

Todas estas informações serão fundamentais.

sangue nas fezes do cachorro

O Fazer Quando Há Sangue nas Fezes do Cachorro?

Recomenda se que o animal mantenha uma alimentação bastante leve, e o fundamental é que o mantenha hidratado!

A recomendação de ingestão de água para manter o cão hidratado é de 30 a 60ml para cada 1kg de peso corporal do animal.

E o mais importante: sangue nas fezes é um sinal importante de que algo está errado.

Portanto, leve seu amigão para o seu médico veterinário de confiança para que seu pet tenha o diagnóstico e o tratamento adequado.

O que Pode Causar Sangramento nas Fezes dos Cachorros?

São diversas as causas e podem variar muito em relação a gravidade, por este motivo, a visita ao médico veterinário é fundamental.

Mas para te ajudar, vamos listar as causas mais comuns.

Parasitoses e verminoses

O ancylostoma caninum é um verme que o cão adquire quando ingere suas larvas, as quais logo vão parar no intestino delgado do animal. Estas larvas vão crescendo e se alimentando de sangue e em alguns dias poderão ser encontradas nas fezes juntamente com sangue.

Giárdia é um protozoário que o cão adquire ingerindo algo que esteja contaminado ou até mesmo ingerindo fezes contaminadas.

A Giárdia vai lesionando as paredes intestinais, e por isso um dos sintomas é a presença de sangue nas fezes.

Trichuris vulpis é um verme que o cão pode adquirir por via oral e causa colite, uma inflamação no cólon (parte do intestino). Como estes parasitos cavam a parede do intestino acabam causando sangue nas fezes.

Agentes infecciosos

Bactérias como Clostridium e Campylobacter podem causar infecções intestinais levando ao sangue nas fezes.

Parvovirose é causada pelo parvovírus É uma doença grave e com alta taxa de mortalidade.

O animal é infectado pelo contato com outros cães, assim como dejetos de cães infectados. Essa é uma das principais causas de fezes com sangue em filhotes não vacinados.

Coronavírus canino infecta as células do intestino provocando uma inflamação nesta área.

Como é um vírus, pode ser transmitido através do contato direto com animais infectados assim como seus dejetos. Cães com imunidade mais baixa estão mais susceptíveis.

Tumores no trato gastrointestinal podem ocasionar sangramentos dependendo da sua localização, como um tumor no intestino, por exemplo.

Os tumores podem ser benignos ou malignos, e o tratamento vai depender do tipo de tumor encontrado.

Gastroenterites hemorrágicas que podem ser causadas por bactérias ou vírus, como os exemplos já citados ou podem também ser causadas por intoxicações.

Alergias alimentares podem causar colite que é a inflamação no cólon, caso não tratada pode virar uma úlcera e o animal pode apresentar sangue nas fezes.

cachorro defecando sangue

Como Fazer a Prevenção?

Há condições, como o sangue nas fezes do cachorro, que não há como prevenir.

No entanto, várias outras condições podem ser prevenidas de maneira simples.

  • Limpeza: Lavar sempre os potes de comida e água, assim como o local onde ele defeca e urina, assim como fornecer água de boa qualidade.
  • Vermifugação: Sempre muito importante fazer a vermifugação do seu amigo, ainda que ele fique somente em casa e sem acesso a rua. Peça a orientação do seu médico veterinário.
  • Vacinação: Vacinando anualmente seu cão ele fica protegido contra as doenças infecciosas com maior mortalidade.
  • Alimentação: Alimentar seu cão com ração de boa qualidade e não modificar a dieta do cão bruscamente,

Vale ressaltar que a visita ao médico veterinário quando há presença de sangue nas fezes é imprescindível, pois para que seja feito um tratamento correto, é necessário que também exista um diagnóstico correto.

Conclusão

Quando você notar sangue nas fezes do cachorro, você deve reparar em algumas informações e correr para o médico veterinário de sua confiança.

Para facilitar este momento, listamos algumas perguntas que você deve levar já respondidas ao seu médico veterinário de confiança:

  1. Há quanto tempo seu amigão apresenta sangue nas fezes?
  2. Qual a consistência das fezes? Muito duras ou pastosas? Diarréia?
  3. Há presença de muco?
  4. Qual a cor do sangue nas fezes?
  5. Qual a cor das fezes?
  6. Seu pet está bebendo água normalmente?
  7. Como está o apetite do seu pet?
  8. Qual a data e qual foi o vermífugo dado ao animal?
  9. Leve a carteirinha de vacinação.

Esperamos ter ajudado e esclarecido suas dúvidas!

Lembre-se: A vermifugação e a vacinação do seu animal são fundamentais para a saúde do seu amigão.

Atenção, Tutor!

Por mais bem escrita e detalhada que a matéria venha a ser, ela não substitui uma consulta ao seu veterinário de confiança.

E pior ainda, não tem INTENÇÃO ALGUMA de substituir uma consulta médica ou de indicar quais os melhores remédios, pomadas, antibióticos, etc, contra mordida de cachorro.

Referências externas:

  1. Controle de Helmintos em cães e gatos.
  2. Colite histocitica ulcerativa em cães.
  3. Gastroenterite canina. Agentes virais nas fezes de cães diarreicos e não diarreicos.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram