Cachorro Vomitando Amarelo: O que Fazer?

Cachorro vomitando amarelo: o que pode ser?

Sempre queremos o melhor para os nossos filhos peludinhos, e quando eles apresentam qualquer problema ficamos muito preocupados.

Essa preocupação trouxe você até nós e vamos te ajudar.

Quando um cão vomita amarelo pode significar um leve desconforto por ter comido algo que não deveria, pode ser pelo extremo oposto, ou seja, estar em jejum por muito tempo…

Ou ainda alguma doença que requer maior atenção.

Mas fique calmo! Essa situação é bastante comum e quando isolada não costuma representar riscos maiores ao seu pet.

De qualquer forma, nosso objetivo é orientar você para que se acalme e observe direitinho seu amigão.

Mas como acontece o vômito do cachorro?

São muitos os mecanismos do organismo envolvidos neste processo, mas vamos sintetizar para que fique bem simples.

O cachorro possui no cérebro um local chamado centro do vômito, e no sistema digestivo (estômago, intestino delgado e intestino grosso) existem células que, através de nervos, comunicam este local do cérebro sempre que há alguma ameaça, como uma bactéria ou uma meia que o cão ingeriu.

Então, este centro do vômito através de outros nervos faz com que a musculatura abdominal e o diafragma contraiam, e o cárdia (a “porta” do estômago) dilate e desta forma, o conteúdo é expulso do organismo.

Por que o vômito é amarelo?

A cor amarela significa que o cão expulsou a bile que estava presente no estômago.

A bile é produzida no fígado, e fica armazenada na vesícula biliar, ela é liberada no começo do intestino delgado, em uma parte chamada duodeno que fica logo na sequência do estômago, e sua função é auxiliar a digestão.

Por isso, quando os cães tem algum problema digestivo que falaremos mais para frente, eles podem vomitar amarelo.

cachorro vomitando amarelo

Meu cão está vomitando mesmo? Como reconhecer?

Muitas vezes podemos confundir vômitos com regurgitação, então vamos explicar a diferença entre essas duas condições.

Vômito: Já falamos como ele acontece e lembra que existe uma parte onde a musculatura se contrai?

Isso é muito importante, pois o animal vai saber que algo está diferente, e durante esta contração que explicamos anteriormente, vai fazer o que chamamos de mímica do vômito.

Outro ponto é que a consistência será mais líquida podendo ou não conter uma espuma branca.

Regurgitação: Neste caso, não existe todo o processo que envolve o vômito.

O animal geralmente sequer nota algum desconforto, e o conteúdo que ele comeu ainda não estará digerido, pois não chegou ao estômago.

O cachorro literalmente vai simplesmente colocar o bolo alimentar para fora, e você poderá reparar que existirão grãos de ração inteiros ainda.

Em um outro post falaremos melhor sobre o que pode causar regurgitação. Mas pode ser desde algo que o animal acabou de comer e não deveria até outras condições como megaesôfago.

Meu cachorro está vomitando amarelo: O que devo fazer?

Ficamos desesperados ao ver nossos animais nessas condições, mas tenha calma!

O vômito amarelo isoladamente (sem outros sintomas) geralmente não requer grandes preocupações, mas requer atenção.

Vamos a um passo a passo bem didático do que fazer neste momento:

1) Acalme seu cão: Fique ao lado dele ou próximo a ele, o importante é que ele fique mais tranquilo;

2) Mantenha seu cachorro hidratado: Importantíssimo esse passo! Ofereça água fresca, se puder, ofereça água de coco, ou se preferir, também é possível oferecer soro caseiro.

A quantidade? Água e água de coco não há limites! Soro caseiro, a medida de um copo de 200ml/dia é suficiente para um cão de 9kgs.

Sempre surge a dúvida: mas qual a quantidade de água que um cão normal deve beber por dia para se manter hidratado?

Cães devem beber de 30 a 60 ml de água para cada 1kg de peso corporal por dia. 😉

Aqui segue a receita do soro caseiro que pode o ajudar:

  • 1 litro de água mineral natural
  • 3 colheres de sopa de açucar
  • 1 colher de sal

Caso tenha disponível, e queira acrescentar, pode fazer o suco de meio limão e acrescentar no preparo.

O limão não fica ácido no organismo, pelo contrário, ele ajuda a combater o excesso de acidez no estômago que causa desconforto.

3) Refeições: Neste caso, se possível, deixar o animal hidratado e não oferecer comida por um tempo.

O ideal é que a quantidade de ração diária seja fracionada em 3, 4 partes e oferecida durante o dia para o cachorro. Este passo serve inclusive como prevenção!

4) Atenção: Fique atento as plantas que o animal tem acesso, pois quando sentem desconforto no estômago alguns cães tendem a comer plantas para aliviar os sintomas e algumas plantinhas podem ser tóxicas!

Cachorro Vomitando Amarelo: Quais são as Causas?

Agora que já sabem o que é o vômito, o motivo de ser amarelo e como fazer para ajudar seu cão neste momento, vamos falar das causas mais comuns que levam ao vômito amarelo em cães.

Jejum prolongado

Caso seu amigão fique muito tempo sem se alimentar, ele pode vomitar.

Pois neste caso há um aumento da acidez no estômago que se junta a secreção da bile, e o organismo entende que pode ser um problema, fazendo assim o animal vomitar.

Gastroenterite

Acontece quando o animal come algo que não fez bem, ou estava estragado (pode ocorrer bastante quando reviram o lixo, por exemplo).

Pode ocorrer também devido a bactérias ou vírus e geralmente virá acompanhada por outros sintomas como diarreia.

cachorro vomitando

Intoxicações

Podem ser causadas por diversos agentes, desde plantas até mesmo remédios e um dos sinais é o vômito.

Pancreatite

Ocorre quando o pâncreas, o responsável pela produção de insulina e também enzimas digestivas inflama, causando dentre outros sintomas, vômitos.

É uma condição muito importante e deve ser diagnosticada pelo médico veterinário.

Corpo estranho

Quando o animal come algum objeto (botões, tampas de caneta, etc…) e este fica parado em algum local do trato gastrointestinal…

Podendo causar inclusive obstruções (o alimento ou fezes não seguirão o caminho natural e ficarão parados no organismo).

Ansiedade

Cães muito ansiosos tendem a comer muito rápido, por isso é muito importante fracionar a quantidade de ração diária e oferecer pequenas porções ao longo do dia…

Além de passear e brincar todos os dias com seu amigão.

Pode acontecer também a ansiedade de separação, e nesta condição, seu animal não irá comer se você não estiver presente em casa.

Neste caso, cada animal deve ser avaliado individualmente, mas de maneira geral recomenda-se que estimule seu cão a aprender a passar um tempo sozinho.

Como Tratar o Vomito Amarelo dos Cães?

O tratamento do vômito amarelo em cães vai depender do que está causando essa condição…

Pois vômitos em si não são doenças e sim sinais de que existe algo errado no organismo do animal e por esse motivo é importante que esteja sempre atento ao seu cão.

Agora vamos a uma informação muito importante: sempre preste muita atenção ao seu cão.

Caso o vômito persista (aconteça mais de uma vez por dia ou aconteça todos os dias) ou esteja acompanhado de diarreia, febre, e o cachorro fique mais amuadinho ou o vômito mude de cor e consistência é necessário levar seu amigo imediatamente ao seu médico veterinário de confiança.

Sabemos da angústia nesses momentos, então para ajudar você nesse momento de levar seu amigão ao médico veterinário, e te trazer mais tranquilidade, fizemos uma lista com as informações que serão muito importantes:

  1. Qual a alimentação do seu cão?
  2. Houve mudança na alimentação?
  3. Há quanto tempo o animal está vomitando?
  4. Qual a cor e a consistência do vômito?
  5. Ele está tomando água normalmente?
  6. Ele tem apetite?
  7. Está urinando e defecando normalmente?
  8. Ele tem alguma outra alteração, como por exemplo, está mais quieto do que o normal, salivando mais do que o normal, febre, diarreia, etc…

meu cachorro esta vomitando

Conclusão

Esperamos que agora você tenha as respostas e que possamos ter ajudado com estas informações sobre o seu cachorro vomitar amarelo.

Lembrando que a consulta com seu médico veterinário de confiança é sempre imprescindível e que as vacinas do seu cãozinho devem estar sempre em dia!

Atenção, Tutor!

Por mais bem escrita e detalhada que a matéria venha a ser, ela não substitui uma consulta ao seu veterinário de confiança.

E pior ainda, não tem INTENÇÃO ALGUMA de substituir uma consulta médica ou de indicar quais os melhores remédios, pomadas, antibióticos, etc, contra mordida de cachorro.

Referências externas:

  1. Bilious Vomiting Syndrome in Dogs: Retrospective Study of 20 Cases (2002-2012).
  2. Ingestão de corpo estranho. Relato de caso.
  3. Gastroenterite canina. Agentes virais nas fezes de cães diarreicos e não diarreicos.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram