Como Adestrar um Pinscher? Dicas Práticas para Treinar seu Filho de 4 Patas

Você sabe como adestrar um pinscher? Um cachorro tão pequenino, mas bastante obstinado! Afinal, quem conhece ou teve um cão dessa raça sabe como ele é. Porque o que eles têm de pequeno, sobram em atitude!

Entretanto, mesmo sendo uma raça tão comum, não é a mais simples de se ter!

Portanto, não é recomendada para quem terá um cachorro pela primeira vez. Embora todos digam que os cães menores sejam mais fáceis de serem criados, eles possuem energia de sobra. Mas, além disso, o pinscher tem uma personalidade bastante forte.

Como adestrar pinscher?

Para eles não viverem como os reis da casa em pouco tempo, muitos donos dessa raça se perguntam como adestrar um pinscher? Mesmo sendo um desafio, é possível.

Continue acompanhando e saiba como educar esse cachorro. Boa leitura!

Por que é importante adestrar um pinscher?

Saber como ensinar esse cãozinho ou qualquer outro tipo de cachorro é essencial. Afinal, o adestramento evita muitos problemas de comportamento, e faz o animal compreender o seu devido lugar.

Isso porque, sabemos que um cãozinho que não consegue obedecer acaba destruindo a casa inteira. Ou seja, sempre dão prejuízos aos seus donos ou para outras pessoas. Além disso, podem causar, às vezes, acidentes, machucando seus donos, crianças ou outros animais.

No caso dos Pinschers é ainda mais importante saber como adestrá-los corretamente. Afinal, a sua personalidade é bastante firme, e quando ele não sabe obedecer, pode acabar sendo um pet difícil de controlar.

No entanto, mesmo ele tendo uma personalidade firme, você não terá muitas dificuldades para realizar o adestramento.

Isso porque o pinscher é bastante inteligente, podendo aprender facilmente vários comandos e pode se sobressair em várias áreas diferentes. Mas mantenha uma rotina e tente todos os dias repetir os comandos.

Entretanto, saber como adestrar essa raça é tomar a consciência que o seu tutor precisa ser firme. Caso contrário, o cachorro só irá fazer tudo o que lhe for conveniente, pois passa a ignorar os comandos de seu dono.

Normalmente, o pinscher consegue guardar tudo o que lhe ensinam. Assim, uma vez que eles realmente aprendem, isso fica guardado com eles por um bom tempo.

No entanto, se eles aprendem algo que se torna um mau hábito, isso pode levar um tempo para se reverter. Claro que não é impossível, mas há o seu grau de dificuldade.

Por isso, faça o adestramento correto desde muito cedo, para que ele cresça entendendo o que é certo e errado.

Outra dica importante é tentar compreender melhor sobre comportamento canino. Não é incomum a confusão que fazemos ao atribuir certas emoções aos nossos cães que na realidade não condizem com o que o cão está expressando, mas sim com a nossa forma de enxergar as coisas.

Compreender como os cães veem e sentem o mundo ao seu redor facilita muito!!!

Conheça as etapas para o adestramento de um pinscher

Em primeiro lugar, antes de saber como fazer um pinscher ficar obediente, é importante você conhecer tudo sobre essa raça. Como você já sabe, o pinscher é uma raça de pequeno porte, com origem na Alemanha.

Ao contrário do que muitos pensam, mesmo eles sendo pequenos, ainda possuem muita energia. Aliás, energia de sobra. Além disso, são cães muito atentos, e que latem bastante! Eles também exigem muita paciência.

O pinscher também tem a personalidade forte, e é muito teimoso. Contudo, eles são muito leais aos seus donos, podendo ser bastante amorosos, e gostam muito de agradá-los. Portanto, lembre-se dessa última característica ao realizar o adestramento do seu pinscher.

Eles tem uma fama enorme de serem agressivos, mas não se prenda a estigmas!

Realmente eles possuem uma personalidade forte, mas não quer dizer que serão agressivos, e caso note que seu cão está mais reativo lembre se que os cães podem manifestar medo e dor através comportamentos mais agressivos.

Agora que você já sabe quais são as principais características dessa raça, veja como adestrar um pinscher:

Seja firme.

Ao educar um pinscher, você precisa ser firme e consistente. Afinal, como em qualquer outra raça, o pinscher é um cão que precisa ter um dono que saiba impor limites, sendo firme e amoroso.

Além disso, é importante que o cachorro enxergue o seu dono como alguém em quem ele pode confiar. O pinscher precisa entender que você merece ser respeitado. Lembre-se que ele possui a personalidade de um rei, e pode se tornar um verdadeiro tirano em um lar se não souber a quem obedecer.

Portanto, desde muito cedo é necessário impor limites ao seu cão, e ser firme ao educar. Mas não precisa gritar, e nunca bata no animal. Comece a treinar o seu cachorro ensinando as dicas básicas, com muito reforço positivo, como petiscos, carinho, festa sempre que ele acertar, e com um simples e firme “não” quando o cão tiver alguma atitude que não seja bacana.

Em nenhum momento volte atrás depois de ter dado um comando. Mesmo que o seu pinscher ainda não te obedeça. Consistência é fundamental!

Reforço positivo

Você precisa ensinar ao pinscher que ele precisa te obedecer, mas também é necessário saber quando recompensar o seu cachorro por meio do adestramento positivo leve.

Portanto, toda vez que o seu pinscher te obedecer e agir de forma correta a um comando, busque recompensá-lo. Deixe um petisco ou brinquedo para ele, mas também pode ser dando a atenção que ele merece.

No momento em que você estiver recompensando o seu pinscher, faça isso usando um tom de voz mais brando. Ou seja, mostre a ele que você está alegre. Desse modo, ele vai associar a experiência como sendo algo positivo.

Socialização

Como o pinscher tem um ego grandioso, eles não gostam de dividir a atenção com outros cães. Portanto, eles têm a tendência de serem agressivos ao redor de outros animais. Por isso, a socialização com outros pets deve ser feita, de preferência, quando eles são filhotes.

Além disso, procure também socializá-los com pessoas desconhecidas, já que os pinschers podem ser tímidos e desconfiados. Portanto, para que eles se acostumem com um novo círculo de pessoas, e não fiquem agitados, faça isso desde muito cedo.

No entanto, lembre-se que é necessário ter uma supervisão durante esse processo de socialização do seu pinscher com outros cachorros. Ou ainda, outras pessoas, para evitar possíveis acidentes, ou que o seu cachorro não siga os passos ensinados.

Controlando o latido do pinscher

O pinscher é uma das raças que costuma latir muito, e alto. Porém, isso pode ser controlado desde quando ele é um filhote. Caso contrário, isso pode causar muita dor de cabeça para os donos mais tarde.

Para evitar esses latidos altos e constantes, o seu pinscher deve ser ensinado a parar de latir. Ele precisa aprender a obedecer a esse comando.

Não se esqueça de adestrar o seu cachorro constantemente. Afinal, o pinscher é bastante ativo, e se ele ficar muito tempo parado e sozinho e em casa, com certeza vai aprontar todas! Uma alternativa é jamais deixá-lo muito tempo trancado e sem atividades. Brinquedos que oferecem petisco como recompensa podem ser interessantes para distrair estes pequenos.

Seguindo todas esses ensinamentos básicos, você terá um pinscher bem educado e que vai te obedecer. Além disso, vai te amar muito.

Cuidados com um pinscher

Como adestrar pinscher?

Assim como qualquer outra raça, o pinscher é um cão que precisa dos seus devidos cuidados. Apesar de não apresentar nenhum tipo de problema grave em sua saúde, eles podem apresentar uma pequena luxação na patela, uma condição relativamente comum entre os cães de raça pequena.

Apesar do corpo minúsculo, eles possuem um temperamento forte e grandioso. Mas eles são cães amorosos, ativos e muito brincalhões. Porém, acima de tudo, os pinschers são muito protetores.

Por ser um cão pequeno, o pinscher se adapta muito bem em qualquer espaço. Portanto, se você mora em um local pequeno, ele é a companhia perfeita.

Porém, isso não isenta você de levá-lo para sair de casa, porque essa raça precisa se exercitar. Por isso, as caminhadas e exercícios devem ser diários, em média, duas vezes por dia.

As caminhadas estimulam os cães a farejarem, ter contato com outros animais, e ajudam muito no equilíbrio da saúde mental e emocional.

A alimentação de um pinscher deve ser equilibrada, para que não ele não fique acima do seu peso. Por isso, sua principal comida deve ser a ração. Além disso, por ser um cão de pelo curto, ele sente muito frio durante o inverno e deve ficar bem protegido.

O pinscher possui uma expectativa de vida entre 12 a 15 anos, necessitando de todos os cuidados para viver bem. Portanto, não se esqueça de vaciná-lo no tempo certo e manter as visitas periódicas ao veterinário.

Gostou de saber mais como adestrar corretamente um pinscher?

Compartilhe o conteúdo com um amigo!

Você ganhou 10% de Desconto na Petlove

Utilize o cupom

AMORAOSPETS

Clique no botão abaixo e faça o seu pedido agora mesmo.

*Válido apenas na primeira compra