Hamster Sírio: O Guia Absolutamente Completo sobre a Raça!

Pensando em comprar um hamster sírio ou querendo apenas cuidar do seu bichinho de uma maneira mais eficaz?

Confira o meu guia completo sobre a raça 🐹.

Para sua melhor visualização, ele está dividido em tópicos e você poderá acessar de forma mais rápida esses tópicos, clicando no menu abaixo.

E por favor, não esqueça de compartilhá-lo em suas redes sociais, ok? 🙂

Deixe um comentário me contando o que você achou do guia.


Introdução

O hamster sírio é um pequeno roedor, peludinho e dorminhoco durante o dia. Apesar de dorminhoco, quando está em seu habitat natural, pode correr uma distância de até 8 km de um só vez.

Além disso, ele é considerado um dos animais de estimação mais populares do mundo.

“Ele é pertencente à família Cricetinae, sendo uma das espécies mais requisitadas para domesticação. É um mamífero bastante resistente, suportando uma queda de até 20 centímetros de altura sem quebrar nenhum osso corporal”

Explica Ricardo Gouveia Balleja, cunicultor e criador de animais de estimação, especializado em roedores exóticos, da empresa Rancho dos Roedores.

São animais de estimações calmos e amigável em relação aos outros pets.

São animaizinhos carinhosos e super divertidos, principalmente quando falamos em animais de estimações para crianças.

Eles são fáceis de cuidar e não exigem muito esforço, mas é necessário ter cuidado para movimentá-lo na hora da limpeza da gaiola.

Você que sonha em ter um hamster sírio em casa, deve ter em mente algumas informações que demonstram que o seu bichinho é/está saudável:

  • Focinho seco;
  • Olhos vivos e brilhantes;
  • Orelhas em pé;
  • Pelo sem falhas, brilhante e macio;
  • Corpo cilíndrico;
  • Apetite.
Dica Extra

Como o hamster sírio tem uma vida um pouco curta (dois a três anos), é aconselhável que você pegue um bem novinho (em torno da quinta semana de vida)

comportamento dos hamsters


Comportamento

Nossos pequeninhos roedores são animais brincalhões, dóceis e que adoram um exercício físico.

Quando no seu habitat natural, percorrem vários quilômetros em busca da sua alimentação – por isso, é necessário que ele tenha “diversões” em sua gaiola, como uma rodinha, por exemplo.

Os hamster sírio são animais que preferem a vida solidária.

Muitos não aceitam ser mantidos juntos numa mesma gaiola ou rebanho, se tornam agressivos e brigam, exceto quando falamos dos pequenos – que necessitam de cuidados.

A única excessão é quando estão prontos para a reprodução. Aí eles vivem pacificamente por um momento.

Se a sua vontade é ter mais de um, o ideal é que você os mantenha em gaiolas distantes e, de preferência, longe uma da outra – pois eles são capazes de sentir o cheiro de outros.

São animais com hábitos noturnos, preferem começar suas atividades à noite e terminar pela manhã.

Então deve-se evitar acordá-los durante o dia.

Possuem audição sensível, não enxergam fácil e possuem um olfato extraordinário.

Eles identificam seus alimentos pelo cheiro, e muitas das vezes confundem a mão do dono com comida, devido ao cheiro de comida.

Eventualmente podem dar aquelas pequenas mordidinhas, portanto sempre quando for brincar ou pegar seu animalzinho, deixe as mãos limpas para evitá-las.


Aspecto Físico

São animais considerados e conhecidos pelo tamanho grande – se comparados as outras espécies de hamster (Roborovski e chinês, que são proibidos no Brasil).

O hamster sírio pode chegar até 17 centímetros e pesar entre 90 e 150 gramas.

Cada espécie, tem sua pelagem diferenciada.

Os sírios possuem um pêlo mais puxado pro dourado, podendo ser curto ou longo, sendo dourado mais escura na parte de trás e mais clara na barriga.

Não é fofo demais?? 😍🐹

Devido a uma vasta gama de criadores no Brasil, muitos conseguiram vários tons de pelagem por meio da genética, chegando a ter pêlos: pretos, avermelhados, brancos cinzentos e até marrom chocolate.

Eles possuem uma características muito interessante.

Em suas bochechas, podem armazenar alimentos, cerca de 25 gramas. É uma marca incrível dado o seu tamanho.


Diferenças entre Machos e Fêmeas

Quando são muito novos, pode ser difícil distinguir quem é quem (se você tiver mais de 1).

A forma mais comum é olhando pelas genitálias. Você verá dois orifícios – o pénis ou vagina e o ânus.

No macho, o espaço entre os dois é em geral de um a dois centímetros e, na fêmea, este espaço é tão pequeno que é complicado diferenciar.

A forma do corpo difere também um pouco da fêmea para o macho.

Normalmente as fêmeas, são mais ariscas e ativas, chegando a morder o seu próprio dono.

Pelo contrário, os machos são mais calmos, preguiçosos e dorminhocos.

A diferenciação de gêneros é feita pela observação de características físicas e contraria certos “padrões sociais” humanos.

  • Fêmeas são maiores que os machos;
  • Na ponta da cauda, os machos possuem pontos cor de rosa. As fêmeas não possuem.

Uma característica interessante: A “mamãe hamster sírio” se distancia após o acasalamento e, em média, separa-se de seus filhotes com 8-10 semanas de vida.

corpo do hamster


Reprodução

Os hamster começam a reproduzir a partir dos 5 meses de idade, chegando por volta de 2 semanas o tempo de gestação.

Os machos podem engravidar entre 6 a 7 fêmeas por dia.

Em cada ninhada, pode nascer entre 4 a 10 filhotes. E após o nascimento, a fêmeas comem a placenta.

Quando nascem filhotes defeituosos as fêmeas comem, mantendo assim a saúde e maior possibilidade de sobrevivência do resto da ninhada.

E como dito anteriormente, elas vão se separar dos filhotes com 8 a 10 semanas de vida.


Alimentação

Quanto à alimentação, sempre fique atento para prover a dieta específica para o Hamster Sírio.

Segundo o especialista:

As refeições indicadas à espécie constituem na oferta de sementes de girassol, milho, amendoim, castanhas, frutas secas (não-cítricas), legumes secos e alpiste. Deve-lhe ser disposta em pequenas quantidades e múltiplos ingredientes, não se esquecendo do potinho com água que precisa ser trocado diariamente.

Esta espécie é onívora, e como tal, come principalmente sementes, nozes e também insetos.

Quando você cuida do seu hamster sírio, pode dar tanto a ração que encontramos em vários petshops ou também, pode dar algumas frutas e verduras, como:

Entre os alimentos que podemos dar encontramos os seguintes:

  • Frutas: maçãs, morangos, uvas, bananas, pêssegos, cajus, castanhas, nozes.
  • Verduras / Legumes: cenoura, couve, espinafre, pepino, acelga, chicória, nabo, abóbora, sementes de girassol e outros semelhantes.

No entanto há alimentos proibidos – que não podemos dar:

  • Frutas: cítricos (laranjas e semelhantes), figos, ameixas.
  • Verduras / Legumes: alface, tomate, cebola, alho.
  • Outros: carne crua, salgados e frituras.

Rações para outros animais também não são apropriados, como é o caso da ração para coelhos e porquinhos da índia.


Moradia

É essencial um ambiente confortável, com hidratação adequada para seu bichinho, bem como atividades para se exercitar e brincar.

Procure uma gaiola com medidas de 60 x 40 x 50 aproximadamente ou até maior.

Para deixar seu hamster feliz na nova casa, ela deve ter uma boa ventilação, solo impermeável e portas e barras seguras, para que ele não escape.

Se possível, a gaiola deve ter vários andares ou até escadas para eles brincarem e exercitarem a musculatura.

Quanto maior a gaiola do hamster, mais feliz será o seu bichinho.

Você deve colocar a sua casa sempre em lugares onde a temperatura oscile entre os 20°C e o 24°C, longe de correntes de ar, devido aos hamster sírio serem animais sensíveis às variações de temperatura.

Também deixe a gaiola longe de locais com sol direto.

De preferência a sua gaiola deve ser colocada num local calmo durante o dia (sendo animais noturnos, tendem a dormir a maior parte do dia).

Nem sempre a gaiola mais bonita tem a manutenção mais fácil – numa gaiola com muitos tubos a limpeza torna-se mais difícil.

gaiola para hamster sirio

Outro fator a ponderar na escolha da gaiola e restantes acessórios

Os hamsters adoram roer tudo à sua volta, por isso você deve escolher materiais não tóxicos e de preferência resistentes, para suas brincadeiras.

Como dito anteriormente, mantenha sempre um hamster por gaiola.

Se existirem muitos animais num espaço pequeno, vão surgir lutas devido ao stress e muitas vezes, ferimentos provocados por essas lutas, que podem originar a morte dos animais.

Algumas coisas para levar em consideração na hora de escolher a melhor gaiola para hamsters:

  • Casa de banho: Existem à venda alguns WC praticamente fechados que são de fácil limpeza;
  • Abrigo/Espaço para dormir: Existem casinhas de diversos modelos e cores;
  • Zona para alimentação e água: O comedouro deve ser pesado e feito de um material facilmente lavável (a cerâmica é o ideal). Se possível deve ser largo, pois os hamsters adoram comer sentados sobre a própria comida. O bebedouro deve ser do tipo pipeta;
  • Zona de exercício: Rodinhas, escadas, tubos. Tudo o que for necessário para prática diária de exercícios.

O fundo da gaiola deverá ser revestido por uma camada de material absorvente.

Existem muitos tipos de materiais disponíveis para este efeito (litter, aparas de madeira, etc). O mais recomendado é o corn cobs (explicação).

Deve ainda ser fornecido um material suave, para que o hamster torne mais acolhedor o seu ninho.

Existem muitos tipos de materiais à venda nas boas lojas, em alternativa pode usar-se papel higiénico (branco) rasgado em tiras.


Cuidados & Higiene

Quando falamos em cuidados e higiene, são animais muitos asseados.

Para você ter uma ideia, 80% do tempo eles passam se dedicando à sua higiene pessoal.

Eles são tão cuidados que, por menor que seja, nenhuma região do seu corpo escapa.

Nos donos dos hamster devemos tomar muito cuidado com a higiene do seu lar.

Ele deve ser limpo de 2 em 2 semanas.

Sempre é bom lavar todos os acessórios, tendo cuidado ao usar alguns produtos como detergentes ou sabão.

Lave bem para que nenhum produto deixe resíduos, isso pode fazer muito mal à saúde do nosso bichinho.

Nossos lindos hamster sírio não gostam que seu ninho seja mexido, devemos então verificar o estado das gaiolas com cuidado, evitando a proliferação de bolores e fungos, podendo ser causadores de gravas doenças.

A água deve ser trocada sempre, assim como o litter do WC, para evitar cheiros desagradáveis.

Devemos observar, os dentes destes animais que crescem constantemente.

Nesse caso, precisamos oferecer alimentos corretos que permitam os hamster gastar os seus dentes.


Saúde & Doenças

Como nós, os hamster sírio também podem contrair algumas doenças. Muitas são ocorrências de alimentações inadequadas e até falta de cuidado dos seus donos.

Antes de dar qualquer medicamento para tratar os animais, procure um veterinário ou especialista para avaliar e diagnosticar nossos animais.

O mais comum que podem afetar seu hamster é a pneumonia ou resfriado, causados por correntes de ar, devido a gaiola estar suja ou manter o lar em um lugar inadequado.

Para solucionar, troque a gaiola de lugar, colocando em um ambiente mais adequados.

Outro problema comum são as pulgas e os piolhos, que podem ser erradicas com a ajuda de um spray antiparasitário encontrado em lojas de animais de sua preferência.

O hamster sírio apresenta ser bastante ativo normalmente.

Muitas das vezes quando está doente, não demostra, devido ao seu comportamento contra outros predadores.

Portanto, você deve observar e ficar sempre atento ao seu comportamento e detectar no início e tratá-lo rapidamente (com um profissional de sua confiança).

Como possui um metabolismo muito rápido, qualquer doença se complica rapidamente.

Nesse assunto de saúde, nós donos de pets devemos ficar espertos e fazer todo o possível para prevenir que nossos bichinhos fiquem doentes.

doenças hamster sírio

Segue uma lista das doenças (e problemas) mais comuns e como evitá-las.

DIARREIA

É causada por uma alimentação com muitos legumes, frutas ácidas e comida úmidas.

Devemos fornecer sim esses alimentos, porém, devemos dar em quantidade pequenas.

Se ocasionar de seu hamster ter diarreia, não dê mais esses tipos de alimentos.

Procure imediatamente o seu veterinário de confiança, pois pode ocasionar um temível “rabo molhado”, deixando a bundinha dele molhada e ocasionando morte em 48 horas.

RESFRIADO

Alguns hamster tem sintomas de alergias, devido a cheiro fortes, como serragens, ervas, entre outros.

Mantenha-os sempre longe de substancias fortes, mantendo sua temperatura sempre morna (não quente).

Se você reparar qualquer comportamento estranho, leve-o ao veterinário.

HIBERNAÇÃO

Hamsters sírios, quando em ambiente que esfria muito rapidamente, podem hibernar, parecendo que eles estão mortos, duro e até gelados.

Sua respiração fica pequena mas seus bigodes se mexem.

Nesse caso, devemos tirar eles desse estado o mais rápido. Como os hamsters não têm planos de hibernar naturalmente, eles acabam morrendo por fome e frio.

Solução caseira: Devemos tirá-los das gaiolas, colocarmos sobre as mãos e aquecê-los para voltar ao normal.

PERDA DE PÊLO

Hamsters mais velhos tem pretensão a perder os pêlos perto da barriga ou ate no quadril.

Quando são novos e esses sintomas aparecem, devemos ficar atentos, podendo ser associados a irritação dos pêlos.

Quando observado esse tipo de situação, procure seu veterinário de confiança.

CRESCIMENTO EXCESSIVO DOS DENTES

A natureza do hamster sírio é que os seus dentes cresçam sem parar.

Se ele não come alimentos que forcem o dente (alimentos duros), eles acabam crescendo mais que o natural.

Quando temos um em casa, devemos certificar que em sua gaiola tenham alguns itens que ele possa roer para combater esse “problema”.

Alguns itens comuns: Produtos específicos (encontrados em petshops), madeiras especiais e até mesmo ossinhos.

Se o dente crescer demais e chegar em um estágio que impeça seu animal de se alimentar, leve-o até o seu veterinário de confiança.

OBESIDADE

O ganho de peso em excesso é gerado por 2 fatores principais: alimentação inadequada ou falta de exercícios.

Como falamos anteriormente, o hamster sírio é um animal que se locomove bastante e precisa de distrações em sua gaiola.

Se você perceber uma diminuição gradual desses movimentos, pode ser um bom sinal que ele está engordando (ou em estágios avançados, a obesidade chega a ser visual).

A forma mais simples de evitar que a obesidade continue, é alterar a alimentação para uma alimentação balanceada e colocar mais opções de exercícios.

Com o tempo, ele voltará ao seu peso inicial. Mas cuidado pra que o mesmo não aconteça de novo! 🐹


Férias e Viagens: Levar ou Não o seu Hamster Sírio?

Separei em dois tipos de viagens, curtas e longas para deixar de forma mais clara possível e também, por serem situações bem diferentes.

Mas é difícil demais pensar em uma viagem (ou fazê-la) e deixar o seu animalzinho em casa! Ainda bem que hoje existem serviços o Dog Hero (no caso de cachorros).

Viagens curtas

Em casos de viagens curtas (até uma semana), os especialistas não recomendam que você leve o seu bichinho.

Deixando ele em casa, respeitando algumas condições:

  • Deixar uma quantidade de água razoável disponível nos bebedouros;
  • A quantidade necessária de comida seca e saudável;
  • Verificar se a gaiola esta num lugar segura, longe de ar e sol direto;

Quando não saber a quantidade certa de água e comida, não exagere muito, mas pense em uma média diária do que o seu animal come.

Se possível, conversar com um amigo ou familiar para ficar de olho dia sim, dia não.

vale a pena levar hamster em férias

Viagens longas

Em casos de viagens longas, como 1 mês ou viagens de férias, podemos optar por duas soluções.

Levar o hamster junto (cuidados durante a viagem):

  • Transportá-lo na sua própria gaiola;
  • Alimentação suficiente para todos os dias das férias;
  • Levar seus acessórios para que ele não sofra de obesidade durante esse tempo;
  • Deixar água disponível também é essencial;
  • Verificar o lugar onde vai deixá-lo (se é arejado, se bate sol, etc)
  • Colocar o cinto de segurança para evitar que a gaiola caia e faça uma verdadeira bagunça;
  • Evitar o uso de ar condicionado para não prejudicar a saúde dele (hibernação).

São detalhes simples mas que acabam fazendo a diferença e é muito comum de nós esquecermos!

Deixar o hamster com alguém

Decidiu deixar o seu hamster sírio com algum conhecido/familiar?

Lembre-se que essa pessoa, muitas vezes, não tem um animal, então ela não sabe como cuidar de forma adequada.

É preciso que você ensine todos os detalhes.

  • Explicar de todos os cuidados necessários (alimentação, limpeza, etc)
  • Explicar os hábitos do hamster e que é normal que ele durma o dia inteiro e prefira ficar acordado a noite;
  • Verificar os detalhes da gaiola, sobre possíveis doenças.
  • Explicar sobre a questão de onde a gaiola vai ficar, tomar cuidado com correntes de ar e temperatura.
Você pode deixar o link para esse guia, assim a pessoa poderá rever quantas vezes for necessária todo o conteúdo pra se tornar uma expert em hamsters! ❤🐹

Dica Extra
Não coloquei na lista mas isso é importantíssimo: deixar o telefone do seu veterinário de confiança para que, em qualquer problema, a pessoa consiga recorrer à ajuda profissional.

Conclusão

Chegamos ao final do nosso guia sobre os hamster sírio!

Espero de verdade que você tenha gostado do conteúdo e que ele possa ter te dado várias orientações para melhorar os cuidados com o seu bichinho.

Caso tenha alguma dúvida ou sugestão, fique à vontade para utilizar o campo de comentários! Vamos trocar algumas ideias! 🙂


Correções e revisões feitas pela médica veterinária Thamara Malimpense Thomazini, CRMV/SP: 39.662

Hamster Sírio: O Guia Absolutamente Completo sobre a Raça!
5 (100%) 5 votes